Olarr, terráqueos. Faz um tempo não?

Eu estive ocupada esses meses tentando provar pra mim mesma uma coisa e querem saber? Não deu certo. Eu tentei ser uma coisa que eu não sou, exercer uma função que eu não dou a miníma, porque a verdade é que eu não ligo mesmo, mas conheço  pessoas maravilhosas que se importam e não as julgo por isso. Já sentiram como se as coisas que vocês fazem não fazem o menor sentido? Parece que estamos todos os dias fazendo algo que não leva a lugar nenhum. Não te acrescenta. Nem faz sentido. No fim você está fazendo porque alguém disse que você tinha que fazer? Já sentiram como se faltasse propósito no que fazem? Ultimamente tenho me sentido assim. Acordando todos os dias para algo que não tem sentido pra mim e que não acrescenta nem a mim, nem as pessoas a minha volta. E eu não sei vocês mas eu quero fazer uma coisa relevante. Algo que me impulsione. Que eu ame e que faça meu corpo arrepiar só de pensar. O mestrado (sim eu faço mestrado) me dá vontade de chorar. Sinto algo importante acontecendo ali, de verdade. Sinto importância e relevância. Não que meu atual emprego não tenha relevância, ele tem, só não pra mim.

E eu sinto que preciso mudar. Não só de emprego, mas também de objetivos na vida. Ser útil é uma coisa que me move. Fazer e ver as pessoas crescendo. De longe ou de perto. Estar presente. Estar lá pra ver as conquistas. Umas das coisas que mais me fizeram feliz este ano foi que minha prima que eu vi nascer e crescer, e se tornar uma mulher incrível e maravilhosa, conseguiu entrar na faculdade. E eu estive presente em todos os momentos dessa conquista. Foi lindo. Eu quero poder fazer isso pelas pessoas.

Por isso esse diário meio doido para ajudá-los a encontrar a motivação certa pra continuar. Existe uma coisa que move você. Uma paixão. Um amor. Eu achei o meu e abandonei por um tempo porque na verdade eu nunca acreditei em mim e ainda não acredito direito, mas tem gente que acredita. Eu acredito em você. E você pode mudar o mundo. Eu vim aqui hoje só pra isso. E daí que seu chefe não confia em você como profissional? Mostre a ele. E daí que o boy ou a boyzinha não deu macth ? Existem milhares  por aí e na real você naõ tem que fazer o tipo de todo mundo. E daí que ainda não tem um currículo invejável? Currículo não é carater. E daí que tem 35 anos e não tem um emprego “sério”? Tem gente se matando por causa de empregos sérios, então acho que eles não valem a pena. Confie em você! Encontre uma paixão e que essa paixão seja por você inteiro para mudar o mundo, o seu mundo para melhor.

O título é só pra lembrar como Ioda é o cara.

Apenas faça algo ou não faça nada.

Ah, e se quiser conversar. Estamos aí. 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s